You make me feel so alive
A gente é sem jeito, briga, volta. Se estressa, ri das próprias besteiras.Você me olha e já me entende, me abraça e ri. Fazemos coisas do jeito que só nós entendemos. Somos estranhos e diferentes. a gente se ama, se completa e se deseja. Você não é a história que eu vou lembrar, você é a história que eu vou viver. E vai ser bem assim… eu te esperando meio envergonhado por fora mais por dentro gritando de emoção, quando você entrar pela porta da igreja vai ouvir a nossa musica tocando, e tudo vai terminar com o padre dizendo “agora você pode beijar a noiva”. Além de namorada, você é amiga, abre mão de sonhos pra sonhar comigo. Você é meu fim de tarde em frente ao mar. Meus dias de sol quente, de céu limpo. Meu gosto bom de amor, meu livro preferido de ler. Minha história romântica mais bonita, minha música preferida que toca no rádio. Você, amor, é meu pãozinho com nutella em um lanche a tarde. É minhas mensagens carinhosas no celular, minhas ligações mais esperadas. Você é tudo que a vida tem de gostoso, que fica guardadinho num canto especial do coração. Você é qualquer sensação maravilhosa que já conheci e vou conhecer em nossa longa caminhada. E quando eu lembrar de mais alguma coisinha deliciosa que eu amo, eu te conto, é mais uma pra lista das coisas que você parece. Eu te amo incondicionalmente .
— Pepeu. (via grrog)
ROMEU - Só ri das cicatrizes quem ferida nunca sofreu no corpo.
(Julieta aparece na janela.)
Mas silêncio! Que luz se escoa agora da janela? Será Julieta o sol daquele oriente? Surge, formoso sol, e mata a lua cheia de inveja, que se mostra pálida e doente de tristeza, por ter visto que, como serva, és mais formosa que ela. Deixa, pois, de servi-la; ela é invejosa. Somente os tolos usam sua túnica de vestal, verde e doente; joga-a fora. Eis minha dama. Oh, sim! é o meu amor. Se ela soubesse disso! Ela fala; contudo, não diz nada. Que importa? Com o olhar está falando. Vou responder-lhe. Não; sou muito ousado; não se dirige a mim: duas estrelas do céu, as mais formosas, tendo tido qualquer ocupação, aos olhos dela pediram que brilhassem nas esferas, até que elas voltassem. Que se dera se ficassem lá no alto os olhos dela, e na sua cabeça os dois luzeiros? Suas faces nitentes deixariam corridas as estrelas, como o dia faz com a luz das candeias, e seus olhos tamanha luz no céu espalhariam, que os pássaros, despertos, cantariam. Vede como ela apoia o rosto à mão. Ah! se eu fosse uma luva dessa mão, para poder tocar naquela face!
— Romeu e Julieta (via trecho-de-livros)
Oh Romeu, Romeu! Por que és Romeu?
Renega teu pai e recusa teu nome;
Ou, se não quiseres, jura-me somente que me amas,
E não mais serei uma Capuleto.
Continuarei a ouvi-la ou devo falar-lhe agora?
Somente teu nome é meu inimigo.
Tu és tu mesmo, sejas ou não um Montecchio.
Que é um Montecchio? Não é mão, nem pé,
Nem braço, nem rosto. Oh! Sê qualquer outro nome
Pertencente a um homem.
Que há em um nome? O que chamamos rosa,
Com qualquer outro nome exalaria o mesmo perfume.
Assim, Romeu, se Romeu não se chamasse,
Conservaria essa cara perfeição que possui
Sem o rótulo. Romeu, despoja-te de teu nome;
E pelo teu nome, que não faz parte de ti, toma-me toda inteira!
Tomo-te a palavra.
Chama-me somente Amor
E serei de novo batizado.
Daqui em diante jamais serei Romeu.
— Romeu e Julieta (via trecho-de-livros)

vannescaaalves:

Beijos ‘ Romeu & Julieta (1996)


theme: cerejadosundae. +
»